Adjetivo: Entenda tudo sobre ele

A maioria das vezes conseguimos identificar um adjetivo, mas nem sempre entendemos realmente como essa classe funciona. Aqui neste artigo vou compartilhar com você tudo sobre essa classe e como ela é usada. Isso vai ajudar você a ter mais segurança na hora de escrever. Vamos lá!

o-que-e-adjetivoO que é adjetivo?

Adjetivo é uma classe de palavras da morfologia que se refere ao substantivo indicando-lhe uma qualidade e acrescentando-lhe um novo sentido ou ideia.

Guia rápido:

 

flexões-do-artigoFlexões:

O adjetivo está sempre acompanhando o substantivo e varia em gênero (feminino/masculino), número (singular/plural) e grau (comparativo/superlativo). Vou explicar cada uma dessas variações para você,  vamos lá!

Quanto ao gênero:

Exemplo: Joana é uma guerreira corajosa.

Exemplo: Carlos é um jogador corajoso.

Nos dois exemplos acima, o adjetivo “corajoso” varia para concordar com o substantivo que acompanha. Note que no primeiro exemplo, “corajosa” está no feminino porque acompanha e modifica o substantivo feminino “guerreira”.

Já no segundo exemplo, “corajoso” foi empregado no masculino porque acompanha e caracteriza o substantivo masculino “jogador”.

Quanto ao número:

Exemplo: O céu está bonito hoje.

Exemplo: Os cravos do jardim são bonitos.

Aqui a variação é de singular e plural. No primeiro exemplo, o adjetivo “bonito” está no singular para concordar e acrescentar qualidade ao substantivo no singular “céu”.

Enquanto no segundo exemplo,“bonitos” está no plural porque concorda e modifica o substantivo no plural “cravos”. Logo, a variação do adjetivo acompanha a variação do substantivo, veja a baixo:

Substantivo feminino → Adjetivo feminino

Substantivo masculino → Adjetivo masculino

Substantivo singular → Adjetivo singular

Substantivo plural → Adjetivo plural

Quanto ao grau:

Um adjetivo pode receber variação quanto ao grau comparativo (igualdade, superioridade, inferioridade) e superlativo (absoluto ou relativo). Compreenda melhor essas variações:

Grau comparativo:

É construído pela estrutura em que está inserido o adjetivo. Veja as explanações a seguir:

Igualdade:

Para se fazer uma comparação de igualdade utiliza-se a expressão “tão…quanto” ou “como”.

Exemplo: Mariana é tão alta quanto José.

O adjetivo “alta” é modificado pela estrutura adverbial “tão…quanto” para ganhar o sentido comparativo de igualdade, conclui-se que Marina tem a mesma altura que José. Note que é a estrutura completa que traz sentido comparativo, e não só o adjetivo.

Superioridade:

Para aplicar a comparação de superioridade utiliza-se a expressão “mais…que”.

Exemplo: Mariana é mais alta que José.

Como no exemplo anterior, a estrutura adverbial “mais…que” é a responsável pelo sentido de superioridade do período. Mais uma vez, o adjetivo sozinho “alta” não é o responsável por transmitir a ideia de que José é menor que Mariana.

Inferioridade:

Para o grau de inferioridade segue-se a mesma lógica utilizada para o grau de superioridade, apenas a estrutura adverbial é modificada para “menos…que”.

Exemplo: Mariana é menos alta que José.

Neste exemplo o adjetivo “alta” é modificado pela estrutura “menos…que” que transmite a ideia de inferioridade.

Grau superlativo:

É construído por acréscimo de desinência ao adjetivo e é empregado para elevar ao máximo uma qualidade. Veja as divisões do superlativo e seu exemplos:

Superlativo absoluto:

O superlativo absoluto eleva ao máximo uma característica de um objeto ou pessoa. É construído com o acréscimo da desinência “-íssimo” ou “érrimo”.

Exemplo: Mariana é inteligentíssima.

Exemplo: Mariana é aspérrima.

Nos dois exemplos acima, as desinências são responsáveis por aumentar a qualidade expressa pelos adjetivos ao máximo.

Superlativo relativo:

O superlativo relativo é usado para evidenciar a característica de um componente em relação ao todo. É formado por uma estrutura adverbial que eleva a característica que o adjetivo apresenta.

Exemplo: Mariana é a mais bonita do time de vôlei.

Exemplo: Os livros de romance são os menos surpreendentes.

Os advérbios “mais” e “menos” junto dos respectivos adjetivos “bonita” e “surpreendentes” acrescentam sentido de comparação aos substantivos “Mariana” e “livros” em relação a um grupo maior de pessoas e objetos.

formação-do-adjetivoQuanto à formação:

Os adjetivos podem ser divididos em quatro categorias de acordo com a formação. Veja-as abaixo:

Primitivos e Derivados:

Os primitivos são os que dão origem a outros adjetivos.

Exemplo: leve, pardo, sujo.

Os derivados são aqueles provenientes de outros adjetivos.

Exemplo: leviano, pardacento, sujíssimo.

Perceba que os exemplos de derivados são respectivamente a derivação dos primitivos, assim você pode identificar com facilidade como eles funcionam e são aplicados.

Simples e Compostos:

Os adjetivos simples são constituídos por apenas uma palavra.

Exemplo: azul, luso, claro.

Os compostos são formados por duas palavras.

Exemplo: azul-marinho, luso-brasileiro, verde-claro.

tipos-de-adjetivosTipos de adjetivos:

Existem dois tipos de adjetivos quando se aborda a variação de gênero. Eles podem ser uniformes ou biformes. Entenda-os:

Uniformes:

São aqueles que não alteram conforme o gênero do substantivo a que se conectam.

Exemplo: O rapaz de terno é elegante.

Exemplo: A mulher de vestido vermelho é elegante.

Nos exemplos acima o adjetivo “elegante” é empregado da mesma forma para os dois gêneros (feminino e masculino).

Biformes:

São os que se alteram conforme o gênero do substantivo que acompanham.

Exemplo: A menina foi educada.

Exemplo: O garoto foi educado.

Nos dois caso, o adjetivo “educado” variou de acordo com o gênero do substantivo que acompanha e por isso é considerado biforme.

Resumindo…

O adjetivo é uma classe de palavra da morfologia que contempla as palavras que acompanham o substantivo com o propósito de acrescentar característica e modificar seu sentido. Sempre concorda com o substantivo em número e gênero (biformes). De acordo com sua formação divide-se em primitivo, derivado, simples e composto.

Gostou do conteúdo?

Espero ter ajudado ao compartilhar esse conteúdo sobre adjetivo com você. Caso tenha apreciado fique à vontade para compartilhar e deixar seu comentário, nossa equipe está à disposição.

Agradeço muito sua companhia até aqui e fique atento as novidades do nosso site.

Até a próxima!

1 Comment
  • Um estudante cansado
    Posted at 21:39h, 18 novembro Responder

    Muito bom, sempre utilizo este site para revisar os conteúdos das minhas avaliações. Este site tem uma linguagem simplificada, o que ajuda muito.

Post A Comment